domingo, 10 de julho de 2016

Parabéns AMOR

O tempo passa a correr faz amanha dia 11/7/2016 precisamente 9 meses que oficializei a paixão que tenho por ti, nestes 9 meses muita coisa se passou entre nos, zangas e discussões…

Mas o que fica para sempre são os sorrisos os beijos o toque, olhar mas acima de tudo o amor.

Hoje dia 10 de Julho de 2016 fazes 18 anos, estou Bastante orgulhoso de ti.

Agora pergunto, sabes o que é ter 18 anos, tens ideia da importância dessa idade? 

Passei por ai há um ano, e digo te que foi o ano mas complicado da minha vida em que diz respeito a escolhas.

Sabes que estarei sempre aqui para ti, para tudo, para sempre, e para alem do sempre.

Parabéns amor da minha vida, parabéns mulher que me faz feliz



Amo te.

 Desejo-te um excelente aniversário e que penses bem nas escolhas que fazes

Mais uma vez PARABENS 

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Amor? o que é isso?

Ora viva amigos. Depois de algum tempo sem escrever estou de volta Queres saber o que aconteceu para estar de “greve” ?

 Le o post : O mau de viver no minho

 Hoje vou falar de amor, espero que gostem.

 Inicio do texto de hoje:

 Amor uma palavra sentida, talvez forte para todos aqueles que não sabem amar. Não posso dizer que sei amar, mas poderei dizer que tenho amor para dar. Quando estão aqueles dias cinzentos em que me sinto por natureza algo pachorrento e triste, vens tu para me tirar aquele sorriso que sai como a gota de água que cai nesses mesmos dias.

 Aprecio o olhar doce por de baixo daqueles óculos embaciados, com a respiração de ambos, óculos esses que reflectem a minha cara aborrecida do dia. Todo o toque suave da tua mão acariciando o meu rosto algo triste do passado.

 O beijo, aii o beijo, esse trunfo de paz de qualquer discussão, que combate os nervos por ela criada.

 Vou ser sincero odeio á saudade e não percebo existência desse sentimento muito estúpido. Tudo em mim apaga quando ela aparece e consequentemente deixo de te ter por perto, uma semana, sim são apenas 120 horas mas parecem 365 dias, mas também sei que aquelas 48 valem muito a pena.

 Como eu queria que fosse o contrario. O contrario? Perguntas tu Sim, preferia que aquela 120 fosses apenas 48 horas e essas 48 horas fossem 365 dias. Que me dizes?

 Não digas eu um dia adivinho, até lá só poderei dizer.

 Vamos aproveitar o que temos… Já dizia um velho sábio, podemos não ter o que queremos , mas podemos ser felizes com o que temos.
                                                                                        

                                                                                             De um mero rapaz desconhecido

                                                                                                

para a excelentíssima princesa
                                                                           

quinta-feira, 7 de abril de 2016

O que são memórias?

Olá amigos, já repararam? Fiz algumas mudanças aqui no blog, gostam? Hoje vou falar de memórias, espero que gostem.

 O que são memórias de longo prazo?

 Memórias de longo prazo são aquelas memórias mais antigas algumas são inclusive da nossa infância. O idoso lembra-se mais facilmente do que aconteceu outrora (trinta ou quarenta anos) do que aconteceu á um mês. É a memória menos afectada pelo avanço da idade sabiam? Os idosos contam historias de antigamente com todos os mais pormenores como se fosse algo que estava a acontecer no momento.

 O que é a memoria de curto prazo? 

Memoria de curto prazo são as nossas memória mais recentes do que fizemos e do que, temos de fazer (trabalho, jantar e tarefas diárias) já estas são as memorias mais afectadas pelo avanço da idade. São as memórias que exigem mais atenção. O que é a memoria prospectiva? É uma memória relacionada com acontecimentos futuros, designada como memória de agenda, como planear a ida a missa no dia X, ir á missa no dia y etc... Exige atenção redobrada e também o planeamento a intenção e motivação.


 O que é a acetilcolina?

 A acetilcolina é um neurotransmisor produzido no cérebro e é muito importante para a aprendizagem e consequentemente para a memória

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Sofrimento bullying

Texto N°14
Sexta-feira 01/04/2016
All or nothing blog

Ora viva como estão vocês?
O texto está semana chegou mais cedo.
Um desabafo, Feliz agora, triste naquele mês de Janeiro de 2013
--------------------------------redes sociais-------------------------------------

Inicio do texto de hoje:

Era um miúdo, um pouco calado e tímido como vergonha de falar, via o mundo de maneira diferente dos outros, sem entrar por maus caminhos apesar da dificuldade que tinha, nunca pensei em que algo assim me pudesse acontecer, a mim? Isto só acontece aos fracos. Pensava eu.
Até chegar aquele mês de Janeiro de 2013,aqueles rapazes não me podiam fazer isto eu não lhes tinha feito nada para que me batessem e me insultassem (bullyng) essa é a palavra dos nossos tempos, uma arma dos nossos medos.
Aquele miúdo que outrora era feliz e que pensava de forma diferente já tinha desaparecido naquele dia, com o rosto algo magoado, mas a dor das feridas da cara eram menores do que do que a dor de um pensamento destruído, tudo em mim mudou tinha ficado destroçado.
Ao sair daquela escola a chorar e a correr para poder chegar a casa, uma corrida que parecia contra o vento, a ansiedade de chegar a casa combatia com o medo de o fazer,
Finalmente cheguei bati com a porta do meu quarto e fechei-a, sempre com o pensamento que aquilo não me podia estar a acontecer e a vontade de que aquilo fosse apenas um sonho (um pesadelo).
A noite chegou e veio piorar toda a situação ao olhar aquele meu quarto escuro, e a ver-me a mim perdido naquela solidão.
Tinha passado um mês, dois, três…
Não aguentava, tinha pensamentos de acabar com a vida, não me estava a fazer bem guardar aquilo para mim, estava a tornar-me com um mau comportamento, e isso estava a fazer mal a todos.
Contei, eu não queria sofrer mais.
Numa ida ao médico, ouvir dizer que tinha uma “depressão” deixo-me ainda mais fraco, não podia ser eu…
Faltava as aulas com o medo do que podia acontecer, por descobrirem que eu tinha revelado tudo.
Naquele ano varias idas ao hospital, varias ambulâncias chamadas…
Escola já tinha chumbado o ano lectivo.
Só tinha 14 anos, já culpava quem não tinha culpa e desculpava quem a tinha.
Hoje desabafo de uma maneira diferente, uma maneira muito mais feliz pela vida que tenho agora, fugi de “Lisboa” e vir viver para Viana do castelo foi o melhor que eu podia ter feito.
Estou a recuperar tudo o que perdi, e mais do que nunca quero seguir os meus sonhos.
Espero que antes de baterem a alguém, talvez por problemas que têm em casa leiam este texto e pensem o que aqueles miúdos podem sofrer…
Autor: Diogo Esteves  

quarta-feira, 30 de março de 2016

Perguntas e respostas

Texto N°13
Quarta-feira 30/03/2016
All or nothing blog

Ora viva como estão vocês?
Pedi aos leitores para me fazerem perguntas.
Hoje deixo-vos as respostas.

------------redes sociais--------------

Início do texto de hoje:

Ana ribeiro perguntou:

             Porque decidiste criar um blogue? 
R: decidi criar este blog numa altura da minha vida que tive problemas derivado á escola, optei em iniciar esta caminhada porque me fechava no quarto e como adoro escrever, era uma maneira de desabafar e falar com o meu computador, era um mundo nosso eu e ele o meu computador. Beijinhos

Sofia ferreira perguntou:
Porque o nome do blog?
R: em 2012 quando iniciei o blog tinha o nome de Diogo Esteves blog, e agora optei por trocar, pelos meus textos se tratarem de opiniões resolvi chamar All or nothing blog, por ser isso mesmo, um tudo ou nada. Beijinhos

Andreia Barbosa perguntou:
Recebes boas críticas sobre o teu blog?
R: sim, neste momento tenho recebido muito apoio, já temos quase 7500 visualizações e isso é óptimo. Obrigado beijinhos.

Sara Marçoa perguntou
O que mais gostas de transmitir para a pessoas?
 R: Gosto muito de transmitir a minha mensagem, a minha opinião desabafo para o meu computador. Beijinhos

Catah Vasconcelos perguntou
O que te motivou a fazeres este blog?
R: tudo o que disse na primeira resposta, tive necessidade de desabafar e optei escrever.

Daniela Castro perguntou:
Alguma vez sofreste de amor?
Não, talvez por ainda ser novo não sei, já tive muitas zangas mas sofrimento não. beijinhos
 
André Filipe perguntou:
 
Bloggers preferidos?

R:Gosto do blog
              “por falar noutra coisa”
                           “ Aquele cantinho”
                              “Escreviver”
                              “conto de falhas”

Abraço do autor: Diogo Esteves
               

sábado, 26 de março de 2016

Férias e youtube

Texto N°12
Sábado 26/03/2016
All or nothing blog

Ora viva amigos, como estão a correr as férias?
Quero agradecer todos vocês, graças a todos vós conseguimos chegar as 7 mil visualizações.
Muito obrigado.


-------------redes sociais----------------------


Início do texto de hoje:
Então já chegou outra vez a Páscoa, aqui na aldeia onde moro, as tradições são fantásticas, nesta altura os habitantes “abrem a porta” á cruz para o padre abençoar as suas casas.

Depois tem sempre uma mesa recheada que coisas boas, isto em cerca de 50 casas.

Sim, é verdade para quem está a fazer dieta não aconselho em nada vir aqui ao Minho.

Neste tempo em que estou em mini férias da formação/trabalho tenho tido oportunidade de fazer algumas actividades que não consigo realizar quando estou em tempo de formação.
Apesar de estar encurralado em casa pela chuva.

Tenho visto imensos vídeos no youtube (não fosse eu fã).
E tenho reparado que estou a ficar viciado em vlogs…

Gosto bastante de youtubrs e vários trabalhos dele.
Ana Rasquinho, Miguel Luz, Môce dum Cabréste…

Gosto imenso de ver os covers da Ana Rasquinho, tem uma voz fenomenal…

Já o Môce dum Cabréste gosto bastante do humor, e da forma como aborda os temas e os transmite

Aconselho mesmo. 

 
Deixo aqui os links:


Môce dum Cabréste

Miguel Luz




Já fizeste uma pregunta para eu responder?
Não? Ora então não percas tempo
Será feito um texto com pergunta resposta.
Faz aqui


Até breve amigos
Autor: Diogo Esteves